Blog

Infrastructure as a Service: saiba por que adotar um serviço IaaS em seu negócio

Gestão de TI

Infrastructure as a Service: saiba por que adotar um serviço IaaS em seu negócio

A transformação digital vem causando uma verdadeira revolução na forma como as empresas lidam com seus recursos tecnológicos. A infraestrutura de TI já não tem limites claros entre o físico e o digital, se tornando uma ferramenta ainda mais importante para a estratégia corporativa. Afinal, ela representa uma forma de gerar valor para o negócio.

O surgimento da Infrastructure as a Service é reflexo disso e grandes empresas já adotaram a IaaS como o alicerce principal dos seus recursos de TI. Entretanto, é comum que surjam dúvidas sobre seu funcionamento, seus benefícios e as perspectivas para o futuro. Pensando nisso, criamos este post para tirar todas as suas dúvidas. Confira!

Entendendo a IaaS

Com conexões à internet cada vez mais potentes, a computação em nuvem (cloud computing) ganhou rapidamente o mercado. As possibilidades de otimização dos processos empresariais continuam crescendo dia após dia. Um bom exemplo é o estabelecimento do Software as a Service (SaaS) como principal forma de gerenciar ferramentas digitais corporativas em todo o mundo.

Entretanto, a continuidade dos avanços tecnológicos fez com que a própria infraestrutura física (hardwares) fosse absorvida pelos serviços de cloud computing: surgiu, então, a IaaS. Grosso modo, a Infrastructure as a Service possibilita que a empresa transfira seu sistema quase que totalmente para a nuvem.

A provedora do serviço é responsável por fornecer toda a infraestrutura para hospedar o sistema da empresa, que passa a ser acessado pela internet. É possível, por exemplo, hospedar um ERP completo na nuvem, incluindo armazenamento de arquivos, a rede, load balancer, backups etc.

Manter apenas uma infraestrutura física local expõe a empresa a riscos como quedas de energia, catástrofes naturais (enchentes e raios, por exemplo), além de roubos e danos causados física ou digitalmente.

Por isso, a IaaS não se apresenta apenas como uma “tecnologia mais sofisticada”, mas como o futuro da infraestrutura de TI para qualquer empresa.

Aplicações e benefícios do uso de IaaS para os negócios

Uma das dúvidas mais comuns entre aqueles que optam por manter uma infraestrutura física local diz respeito ao custo da IaaS. Afinal, é compreensível acreditar que uma nova tecnologia possa representar um gasto a mais para a empresa. Na verdade, esse é um dos benefícios mais significativos da IaaS.

Menor custo

Manter uma infraestrutura local exige diversos gastos, como contratação de profissionais de TI, manutenção e substituição de equipamentos, investimentos com segurança (física e digital) etc. A IaaS permite a eliminação de muitas dessas despesas, pois transfere a responsabilidade para uma empresa especializada no assunto.

Os gastos de TI são otimizados e passados de CAPEX para OPEX. A provedora do serviço garante a manutenção da infraestrutura, em todos os sentidos, sem que haja custos inesperados no processo.

A própria energia elétrica consumida pelos equipamentos e os reinvestimentos sucessivos costumam ser esquecidos, enquanto na IaaS esse custo deixa de existir.

Mais segurança

Garantir a segurança dos equipamentos não só gera gastos como é uma tarefa complicada. É preciso estar atento a diversos pontos, principalmente em relação à segurança digital e as novas ameaças (ransomware e sequestro de dados, por exemplo).

A IaaS eleva o nível de segurança dos dados de sua empresa, garantindo não só a estabilidade da rede como a proteção contra ameaças físicas e virtuais com mais eficiência.

Equipes mais qualificadas

Contar com especialistas no assunto é a melhor forma de garantir a otimização do uso de seus recursos de TI. Fazer isso internamente não só gera grandes custos como exige treinamento e reciclagem dos profissionais constantemente.

Além de transferir essa tarefa para a provedora do serviço, sua empresa pode focar os esforços do time de TI em projetos que geram mais valor para o negócio — no desenvolvimento de novas ferramentas e na otimização de processos, por exemplo.

O cenário atual do uso de IaaS nos negócios

Algumas das tecnologias fundamentais do mercado atual têm a IaaS como alicerce insubstituível para as suas funções. Estamos falando de Internet of Things (IoT), Analytics e Big Data, Inteligência Artificial (IA), redes neuronais, entre outras. Isso mostra que, hoje, a IaaS já é tão importante para as empresas quanto água, luz e petróleo.

Até mesmo sistemas governamentais críticos já estão presentes em larga escala na nuvem. Serviços de informação, comunicação e financeiro — além de sistemas que gerenciam saúde, transporte, educação etc — já estabeleceram suas bases na IaaS.

Se no setor público a nuvem já é uma realidade, no privado sua influência é ainda mais impactante. Com uma infraestrutura compartilhada entre diversos clientes, a redução de custos é enorme. Além disso, a qualidade do serviço aumenta significativamente o poder de atuação das empresas.

Não é à toa que mais de dois terços das empresas no mundo já utilizam o cloud computing de alguma forma. A IaaS representa a unificação dos recursos de TI na nuvem, devendo alcançar uma taxa de crescimento de 38% em 2017, segundo o relatório da Vertiv.

Tendências de IaaS para o futuro

Um dos pontos que fortalece a adoção da IaaS pelas empresas é a otimização dos recursos. Com profissionais mais experientes elaborando e organizando a arquitetura em nuvem das empresas, a tendência é que os processos sejam realizados de forma mais ágil, economizando espaço e processamento para as empresas.

Com isso, a tendência é que, a curto prazo, a maior parte dos fluxos de TI seja realizada externamente. Segundo a Gartner, o acesso ao serviço deve triplicar até 2020. Em poucos anos, mais de 80% das empresas devem manter um sistema de computação sem servidor local — com todos os seus recursos em IaaS.

A IDC, por sua vez, prevê um crescimento de 21,5% ao ano do mercado mundial de nuvem pública até 2020 — no qual a maior parte está relacionada à IaaS. Consequentemente, a popularização ainda maior de ferramentas como IoT e Big Data deve acompanhar esse fluxo.

Além de reduzir os gastos com a infraestrutura básica, o acesso a esse tipo de tecnologia será não só mais fácil, como necessário.

As empresas devem se adaptar ao cenário no qual a Infrastructure as a Service tende a potencializar os diversos usos dos recursos de TI. Faça já uma análise em sua empresa para constatar de que forma a IaaS pode ser a solução para garantir a estabilidade no mercado em que você atua.

Gostou do post? Então, inscreva-se em nossa newsletter para receber mais conteúdos sobre o tema!

Notícias relacionadas