Blog

Software as a Service: entenda mais sobre o uso de SaaS nos negócios

Gestão de TI

Software as a Service: entenda mais sobre o uso de SaaS nos negócios

A transformação digital está trazendo novos modelos de serviço que impulsionam mercados no mundo inteiro — e, finalmente, parece que um dos carros chefes dessa nova era está se consolidando no Brasil.

O Software as a Service é uma alternativa flexível, barata e eficiente à infraestrutura própria. Neste artigo, nós lhe contamos tudo o que você precisa saber sobre SaaS para não deixar sua empresa para trás!

O conceito de Software as a Service

Antes de começar, é bom reforçar o que significa a aplicação de um SaaS nos negócios. Software as a Service é um modelo que oferece soluções tecnológicas como softwares, sistemas e ferramentas na web por meio de um modelo de assinatura.

Ao contrário da aquisição de licenças, a empresa mantém um contrato de prestação de serviço durante o qual pode usufruir de um recurso flexível de acordo com sua demanda e capacidade de investimento.

SaaS no Brasil

Quando qualquer profissional quer entender melhor o estado de uma tendência tecnológica, basta olhar para o mercado em que ele está inserido: segundo estudo feito neste ano, já existem 400 startups especializadas em SaaS no Brasil.

Essa explosão de oferta significa que finalmente as empresas daqui estão conhecendo as vantagens do modelo já amplamente adotado no exterior e buscam formas de incluir a solução em sua cadeia operacional, independentemente do setor em que atuam.

E quais são essas vantagens? Principalmente, a disponibilidade e mobilidade de uma infraestrutura integrada e na nuvem, que pode ser acessada por qualquer funcionário de qualquer lugar, além de ter sua oferta definida pela demanda da empresa.

Em um mercado como o brasileiro, com muita variação e turbulências atingindo as empresas com frequência, esse tipo de flexibilidade pode dar ao negócio mais leveza para enfrentar o mar agitado sem afundar. Ao contrário de uma infraestrutura própria, o SaaS dá o poder para que gerentes de TI e empresários encontrem juntos as melhores estratégias para sobreviver na crise e para crescer nos anos bons, sem que haja qualquer gargalo ou desperdício de recursos.

Impacto do SaaS nas questões empregatícias

Uma pesquisa nos Estados Unidos mostrou que o SaaS vem diminuindo o número de programadores dentro das empresas, o que não significa um encurtamento da força de trabalho de TI, mas um remanejamento de talento humano dentro das empresas.

Com o Brasil adotando o SaaS em massa, essa tendência deve chegar aqui em breve. Com sistemas mais baratos e acessíveis, a necessidade de soluções desenvolvidas in-house diminui bastante, junto dos esforços de implementação e manutenção.

Mas isso não quer dizer que há menos trabalho. Além da mudança de foco dos profissionais de TI para papéis mais estratégicos e inovadores dentro das empresas, com menos rotinas manuais para resolver, a libertação do investimento CAPEX para uso em OPEX dá um fôlego financeiro para que a empresa invista em novas tecnologias que se apliquem no mercado.

Ou seja, a relação entre empresas e seus funcionários de TI será muito mais significativa com a adoção em massa do Software as a Service. O antigo departamento de suporte se torna agora um setor de planejamento, estratégia e entrega.

Implementando SaaS na empresa

Existem muitos exemplos de Software as a Service disponíveis no mercado para demonstrar o impacto dessa solução dentro de uma empresa. Mas então, como escolher a melhor opção para implementar no seu sistema? Essa é uma decisão complexa e sua implementação começa bem cedo na fase de planejamento. Veja o que levar em conta na hora de escolher a melhor solução:

Governança

O principal na hora de avaliar um SaaS é entender como ele deve se integrar ao negócio para maximizar seus benefícios. Primeiro, busque se existem soluções específicas para a área de atuação da empresa. Quanto mais próxima a solução estiver do seu mercado, mais fácil será sua implementação.

Em seguida, pesquise por questões relevantes para a governança da tecnologia: como é a política de licenciamento, quais recursos estão disponíveis na nuvem, quais são as responsabilidades de ambas as partes em caso de problemas etc.

Personalização

Se existe um problema nas soluções SaaS quando comparadas com infraestrutura própria é que muitas delas oferecem opções limitadas de personalização. Busque informações sobre módulos adicionais, extensões de plataforma e outras ferramentas que possam complementar o software no futuro e dar mais espaço para adaptar o modelo ao sistema.

Suporte

O SaaS é uma solução baseada no relacionamento entre provedor e cliente, portanto, sua eficiência e qualidade estão atreladas ao suporte oferecido.

Nunca assine um contrato sem garantias de SLA e um bom suporte em geral — tanto na atuação de equipes especializadas em problemas técnicos quanto na documentação oferecida para implementação e manutenção interna do software.

As questões de segurança em SaaS

Existe mais um quesito a se levar em conta, uma extensão do suporte tão importante que fizemos um tópico separado: a segurança no SaaS. Lembre-se de que nesse modelo sua operação é garantida pelo prestador do serviço, em uma nuvem oferecida por eles ou em parceria com grandes provedores de cloud computing. Por isso, existem várias questões que precisam ser levantadas na hora de contratar um SaaS seguro:

– se a empresa passa confiança e tem referências boas de outros clientes;
– se existem cláusulas claras de confidencialidade definidas em contrato;
– se existem ferramentas e equipe especializada em segurança dentro da empresa;
– como é feito o acesso dos usuários ao ambiente SaaS;
– como é feito o armazenamento e o backup de dados na nuvem;
– se o sistema cria logs de operações realizadas pelos funcionários;
– se a empresa tem alguma certificação de segurança reconhecida.

Ao tirar essas dúvidas em uma conversa com cada fornecedor em potencial, não é difícil separar os bons SaaS das opções menos confiáveis. O importante é nunca deixar uma oferta tentadora passar por cima da sua preocupação com a segurança dos dados sensíveis da empresa.

Tendências de SaaS

A consolidação da cloud computing em ambientes corporativos já aponta que o SaaS não é uma tendência passageira, mas o futuro de sistemas tecnológicos dentro das empresas. Novos modelos produtivos como o BYOD permitem que a mobilidade e disponibilidade se tornem uma vantagem de mercado, portanto imprescindíveis para que um negócio se mantenha competitivo.

OPEX, BYOD, Cloud Computing, TI estratégica, todas essas são tendências que convergem para o abandono de soluções isoladas de tecnologia em favor de sistemas integrados e flexíveis que transformem o jeito de trabalhar em todos os departamentos. Com o Software as a Service, a equipe de TI é o ponto de partida para esse novo mundo corporativo.

Se você gostou deste artigo, que tal ficar ainda mais informado sobre o futuro da tecnologia dentro das empresas? Então, venha nos seguir agora mesmo no Facebook!

Notícias relacionadas